Como organizar uma campanha eleitoral?

Publicado por Minuto Político em

Já reparou como alguns candidatos se destacam mais do que os outros durante uma campanha eleitoral?

Não pense que isso tem a ver apenas com o plano de governo que esses candidatos apresentam. A verdade é que existe muita estratégica por trás disso!

Certamente os termos marketing político e marketing pessoal não são novidade para você. Mas, será que você está utilizando todo o potencial dessas duas ferramentas a seu favor? É justamente sobre isso que vamos conversar, afinal, esse é o pulo do gato!

Em busca do sucesso eleitoral, então vamos lá…

A importância do marketing na campanha eleitoral

A Chartered Institute of Marketing definiu como marketing o processo de “identificar, antecipar e satisfazer às necessidades do cliente de forma lucrativa”.

E o que isso tem a ver com a sua campanha política? Tudo! O marketing ajuda você a conhecer melhor o eleitorado que pretende alcançar e a adotar comportamentos e mensagens que condizem com o que ele espera de um bom candidato.

Dessa forma, sua comunicação será mais assertiva e você terá mais chances de se destacar entre os demais.

Marketing Político e Marketing Pessoal

Todo candidato tem o direito de utilizar uma série de recursos para se promover, desde que suas propostas e ações estejam de acordo com o que descreve a Resolução nº 23.457/2015, do TSE.

Sendo assim, não utilizar o marketing político e o marketing pessoal nas estratégias de promoção pode ser fatal para o sucesso da sua campanha.

Quando falamos em marketing político, estamos falando de estratégias voltadas para a campanha em si. Aqui se reúnem ações como slogans, jingles, materiais gráficos, discursos, entre outros. O objetivo é reforçar a imagem do candidato enquanto uma marca, um “produto”, algo que deve estar constantemente na cabeça dos eleitores.

Por outro lado, o marketing pessoal reforça a imagem do candidato enquanto ser humano; alguém faz parte da comunidade; que tem anseios e que também almeja um lugar melhor para se viver. Aqui estão todas as ações voltadas para a emoção e humanização do candidato.

O marketing político e o marketing pessoal são duas coisas distintas, mas precisam estar muito bem alinhadas para que o resultado seja positivo.

Campanha Eleitoral Marketing Político

 

Resumindo…

Como ser um candidato vencedor?

Se você é um Candidato para Prefeito, Vereador ou Deputado continue lendo esse artigo…

A partir do momento em que você entende com quem está dialogando as coisas começam a ficar mais claras e a sua campanha vai tomando forma.

É certo que desenvolver uma boa estratégia de marketing para uma campanha política não é como fazer um bolo seguindo uma receita. Cada candidato precisa adotar os seus critérios.

Itens que um bom candidato precisa estar atento

  1. A atual conjuntura política

Avalie como está o momento político atual. Esteja atento a todos os detalhes, principalmente aqueles que envolvem as demandas da sociedade. Converse com as pessoas; ouça o que elas têm a dizer sobre o atual cenário de onde elas estão inseridas.

  1. Público-alvo

Esqueça a velha história de “dar tiro de canhão para acertar uma formiguinha”. Antes de tomar qualquer decisão sobre a sua campanha procure entender onde de fato está o seu eleitorado.

Verifique qual comunidade mais se identifica com as suas propostas. Seja mais assertivo. Fale com quem está disposto a te ouvir!

  1. Alinhamento dos temas

Cada candidato tem uma particularidade, uma luta, uma causa em que acredita. Por isso, aproprie-se do seu tema de interesse e mostre que você pode ajudar a resolver ou a melhorar o contexto onde está inserido.

LEIA MAIS: Dicas para falar bem em público

Muitas pessoas irão se identificar com a sua proposta e enxergar em você a oportunidade de mudança.

Esses são apenas alguns pontos que diferenciam uma campanha eleitoral vencedora de uma campanha eleitoral mediana.

Se quiser saber mais é só entrar em contato com a gente. Existem milhares de ações que podem ser executadas e que nós estamos dispostos a te contar quais são.

Cadastre-se e receba uma consultoria em marketing, sem compromisso!

[Total: 3    Média: 4/5]